Recomendações

Inspirado em experiências do Reino Unido e Estados Unidos, a Aliança pelo Impacto organizou um processo de estudo e escutas para construir recomendações que pudessem, no período de 5 anos, fazer avançar a agenda de investimentos e negócios de impacto no Brasil. Como resultado, em outubro de 2015, foi lançado o estudo “Finanças Sociais: Soluções para Desafios Sociais e Ambientais”, com uma lista de 15 recomendações que deveriam ser implementadas, em diferentes temáticas e por diferentes atores, até 2020. Esse processo envolveu mais de 500 pessoas em atividades de consulta, construção e validação dos textos das recomendações.

Em junho de 2020, a Aliança pelo Impacto divulgará relatório com o status de cada uma das 15 recomendações lançadas em 2015; e também lançará um novo conjunto de recomendações para fortalecimento da agenda entre 2020-2025.

Saiba mais sobre o processo de criação das recomendações

 

Recomendações

Identificar conjunto de temas que precisam ser debatidos e alinhados à agenda de investimentos e negócios de impacto para amadurecimento do ecossistema em torno das quatro engrenagens. Elaborar Frentes de um plano de ação que precisam ser implementadas em conjunto para concretizar a visão das quatro engrenagens.

Formato

Cada organização é composta de um contexto (onde o tema se situa), uma abordagem (a escolha do caminho de atuação nesse tema), metas sugeridas para 2020 e atores- chave para atingimento das metas.

Engrenagens do ecossistema

Uma outra forma de analisar as recomendações é considerá-las como um conjunto de conquistas necessárias para impulsionar simultaneamente quatro engrenagens do ecossistema de investimentos e negócios de impacto:  (1) a ampliação da oferta de capital, (2) o aumento do número de Negócios de Impacto qualificados e com alto potencial de crescimento, (3) o fortalecimento das organizações intermediárias e (4) a promoção de um macro ambiente favorável para o Investimento de Impacto.

Formato das recomendações

Cada uma das quinze recomendações é composta de um contexto (onde o tema se situa), uma abordagem (a escolha do ponto de intervenção que identificamos como mais relevante neste tema), metas sugeridas para 2020 e atores chave para implementação das metas.

O Papel da Aliança nas recomendações

A Aliança pelo impacto liderou o processo de estudo, construção e validação das recomendações, mas sempre esteve ciente de que o seu foco não seria a implementação das intervenções indicadas. Diversas organizações e redes, com atuação nas temáticas foco de cada recomendação, foram mobilizadas para se apropriar e implementar iniciativas cujos resultados contribuiriam com as recomendações e as metas sugeridas.

Os papeis da Aliança são:

(1) garantir que cada recomendação seja reconhecida, entendida e discutida pelos atores chave ligados a cada temática;
(2) estimular que organizações e redes estruturem iniciativas para avançar em temas específicos;
(3) fomentar estudos, ferramentas e eventos que impulsionem o trabalho dos atores chave;
(4) promover metodologias de discussão e cocriação colaborativa para fazer emergir soluções inovadoras para os desafios postos;
(5) monitorar e disseminar periodicamente os avanços do campo. (incluir link para os relatórios 2016, 2017 e 2018 da Aliança).

2022 - Desenvolvido por Matiz Caboclo