Recomendações

Para identificar os pontos de intervenção que poderão fazer avançar e fortalecer o ecossistema de investimentos e negócios de impacto, a Aliança pelo Impacto utilizou a metodologia do pensamento
sistêmico. Abaixo uma síntese das 5 etapas do processo de trabalho, durante o qual mais de mil pessoas tiveram contato com o conteúdo e puderam opinar e validar as propostas formuladas nas recomendações.


1. ESCOLHA E ANÁLISE DE UM PROBLEMA COMPLEXO

O problema: ”A dinamização do ecossistema de investimentos e negócios de impacto no Brasil é insuficiente para mobilizar recursos para negócios de impacto.”

2. MODELAGEM DO SISTEMA COMPLEXO

Construção de mapa com as variáveis que compõem o sistema e quais as relações causais entre elas.

3. IDENTIFICAÇÃO DE BARREIRAS

Análise das barreiras que contribuem para que o sistema seja menos eficiente do que deveria ser.

4. CENÁRIOS DE MUDANÇA

Construção de macro resultados que indicam a superação das barreiras identificadas.

5. RECOMENDAÇÕES

Pontos de intervenção para viabilizar os resultados desejados para o sistema em 2025.


Você pode conhecer as 9 recomendações clicando nos títulos abaixo ou abrindo a publicação clicando aqui.

Agradecemos a todos(as) que generosamente participaram da etapa de redação das primeiras versões das recomendações: Adriana Barbosa (Feira Preta) | Alda Campos (Pares) | Ana Cançado (Wylinka) | Armando Toledo | Aron Belinky (ABC Associados) | Carla Duprat (Intercement) | Carlo Pereira (Pacto Global ONU) | Claudio Nascimento (SECTI Pernambuco) |Daniel Contrucci (Climate Ventures) | Daniel Izzo (Vox Capital) | Daniele Aragão (FutureBrand) | Eduardo Lopes (Facebook) | Fabio Deboni (Instituto Sabin) | Filippe Barros | Flavia Cerruti (Amani Institute) | Gilberto Ribeiro (Vox Capital) | Graziela Dias (UDESC) | Gustavo Bernardino (GIFE) | Gustavo Pimentel (Sitawi Finanças do Bem) | Hanne Salgueiro (Itaú) | João Souza (Fa.vela) | Leonardo Letelier (SITAWI Finanças do Bem) | Leopoldo Jereissati (All Set) | Louis Vidovix (FutureBrand) | Lucas Maciel (Ministério da Economia) | Luis Fernando Guggenberg (Vedacit) | Luiz Lara (Conselho Aliança) | Marcel Fukayama (Sistema B) | Marcella Monteiro (Rede Globo) | Mariana Fonseca (Pipe.Social) | Marcus Casais (AJE Bahia) | Maria Alice Setubal (Fundação Tide Setubal) | Maria Taborda (UNEP Finance) | Maria Tinelli (Acrux Partners) | Mariela Machado (Engineering for Change) | Mark Lutes (WWF) | Patricia Gomes (Imaflora) | Paulo Bellotti (MOV Investimentos) | Pedro Telles (Sistema B) | Philippe Figueiredo (Sebrae) | Rachel Avellar Karam (Grupo Jurídico B) | Raiana Lira (Amani Institute) | Rafael Prikladnicki (TecnoPuc) | Raphael Medeiros (Centro de Empreendedorismo da Amazônia) | Renato Eid (Itaú) | Renato Moreira | Robert Zochowski (Harvard Business School) | Sauanne Bispo (Fundação Tide Setubal) | Sheila Pires | Tatiana Assali (CEBDS) | Thais Magalhães (Prowa) | Thais Nascimento (GIFE)





Para conhecer as recomendações da Aliança pelo Impacto para o período de 2015 a 2020, clique aqui.

2022 - Desenvolvido por Matiz Caboclo